quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Unipinhal apresenta resultados insatisfatórios

Ao folhear e colocar meus olhos diante das páginas de um dos jornais mais conceituados do País, assim como faço todos os dias pela manhã, li uma notícia preocupante que envolve a cidade de Espírito Santo do Pinhal. Refiro-me à instituição de ensino superior, Unipinhal, que, aos olhos do governo não tem apresentado bom desempenho, segundo o Índice Geral de Cursos.
De acordo com informações do Estadão, o Ministério da Educação (MEC) instaurou processos de supervisão em 70 instituições de ensino superior. Só no Estado de São Paulo foram 11 as instituições que apresentaram irregularidades, entre elas, o Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal, a Unipinhal.
O Índice Geral de Cursos é um indicador de qualidade de instituições de educação superior criado pelo MEC. Ele vai até o 5 e o desempenho abaixo de 3 é avaliado como insatisfatório pelo governo. Fatores como infraestrutura e a titulação de docentes também são levados em conta.
Segundo está registrado no Estadão desta quarta-feira (23), a instituição pinhalense explica que está sob intervenção judicial e reforça que os resultados ruins são decorrentes da administração anterior, que teria cometido falhado.
No entanto, independentemente de quem seja a culpa, o fato é que, a informação divulgada em âmbito nacional envolvendo a Unipinhal não agradou quem estuda e muito menos quem passou pela instituição. Afinal, ninguém quer ter no currículo o nome de um centro universitário que apresenta irregularidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário